Acupuntura Alivia Diabetes

A acupuntura ajuda a gerenciar o diabetes

A acupuntura pode tratar de doenças e condições como dor crônica, infertilidade e dores de cabeça. Sua eficácia tem extensos resultados publicados e especialistas dizem que essa terapia também é benéfica para o tratamento do diabetes tipo 2.

 

A metodologia de tratamento da acupuntura enfatiza o combate aos sintomas desde a raiz onde agulhas especiais são aplicadas nas áreas de gatilho e estimulam pontos especiais de "ativação". Como o diabetes é um problema que surge de um desequilíbrio hormonal no sistema endócrino e faz com que você sinta dor, as agulhas de acupuntura estimulam as endorfinas, liberando energia e reduz qualquer dor que possa surgir. Segundo a teoria chinesa, a acupuntura também combate os riscos e efeitos colaterais que acompanham o diabetes, regula a função pancreática e manter os níveis de insulina. A longo prazo, a acupuntura regular também pode combater a obesidade.

 

Os especialistas dizem que a acupuntura para tratar o diabetes tipo 2 melhora essas cinco funções corporais:

 

-Regula e gerencia o ganho de peso.

-Melhora os níveis de glicose no sangue em um paciente diabético.

-Protege o pâncreas e interrompe o aumento do nível de produção de insulina.

-Prove melhor a resistência à insulina.

-Regula os níveis de produção de hormônios como melatonina, insulina, glicocorticóide e adrenalina.

 

O tratamento consiste na aplicação de ondas de baixa intensidade em pontos de acupuntura. Geralmente, para diabetes leva de 20 a 30 minutos, realizados por no mínimo duas sessões por semana. Dependendo da progressão da doença, podem ter realizadas sessões mais frequentes. A maioria dos praticantes prefere usar dois tipos de acupuntura para o tratamento do diabetes e evita que o problema agrave ou afete as funções corporais essenciais:

 

1. Eletroacupuntura

Essa é a forma de acupuntura mais comumente usada, onde as agulhas são inseridas nos pontos de gatilho e, em seguida, uma variação elétrica de baixa frequência é passada de uma agulha para outra, o que ajuda a combater a resistência e a sensibilidade à insulina.

 

2. Tratamento tornozelo-punho

O tratamento punho-tornozelo é outra forma de acupuntura que se concentra na estimulação profunda do ponto de gatilho. É muito útil para diminuir os níveis de açúcar e melhorar a qualidade de vida.

 

3. Acupuntura à base de plantas

Um desenvolvimento relativamente novo no campo da acupuntura, esse tratamento envolve o uso de ervas especiais, que são injetadas imediatamente nos pontos de acupuntura direcionados.

 

Com abordagem regular, a acupuntura desencadeia a secreção hormonal no corpo, o que ajuda a manter a harmonia nas partes do corpo onde os níveis de açúcar são incompatíveis, sem causar efeitos colaterais adicionais. Portanto, a acupuntura é frequentemente preferida como um plano de tratamento que pode acompanhar o uso medicinal regular.

 

Moxabustão aumenta a eficácia para tratamentos de diabetes

A acupuntura e a moxabustão são eficazes para o tratamento do diabetes. Pesquisadores concluíram que a acupuntura combinada com a moxabustão tem uma taxa efetiva total de 84,78% para o tratamento do diabetes tipo 2. Os pesquisadores da Universidade de Medicina Chinesa de Nanjing também investigaram a implementação da acupuntura como terapia autônoma. Sem moxabustão, a acupuntura teve uma taxa efetiva total de 69,57%. Como resultado, os pesquisadores concluem que a terapia combinada produz resultados superiores para os pacientes.


A acupuntura e a acupuntura mais a moxabustão causaram melhorias significativas nos indicadores do eixo enteroinsular e nos lipídios para diabéticos tipo 2. Especificamente, a taxa efetiva total foi determinada por medições de vários fatores clínicos, incluindo mudanças no seguinte:

 

  • Índice de Sensibilidade à Insulina (ISI)

  • Insulina em Jejum (FINS)

  • Leptina em jejum (FLP)

  • Glicose plasmática em jejum (FPG)

  • Índice de Resistência à Insulina Homa (Home-IR)

  • Índice de Secreção de Insulina (Homa-β)

  • Índice de Massa Corporal (IMC)

  • HDL aumenta

  • LDL diminui

  • Colesterol total

  • Triglicerídeos

 

Os pontos de acupuntura usados ​​no estudo incluíram as seguintes seleções primárias de pontos de acupuntura:

 

  • BL29, Pishu

  • LV13, Zhangmen

  • BL21, Weishu

  • CV12j, Zhongwan

  • LV14, Qimen

  • BL23, Shenshu

  • GB25, Jingmen

  • SP6, Sanyinjiao

  • CV6, Qihai

  • CV4, Guanyuan

  • ST36, Zusanli

  • DU4, Mingmen

 

A moxabustão foi aplicada aos acupontos CV6, CV4, ST36 e DU4. Dois grupos foram testados com acupuntura, um com moxabustão e outro sem. Ambos os grupos receberam tratamentos de acupuntura a uma taxa de uma vez a cada dois dias durante três meses. O tempo total de retenção da agulha para cada sessão de acupuntura foi de 30 minutos. A acupuntura com moxabustão alcançou uma taxa de sucesso total de 84,78% e a acupuntura autônoma alcançou uma taxa efetiva total de 69,57%.

 

Hu et al. teve achados semelhantes; a acupuntura combinada com a moxabustão foi mais eficaz do que a acupuntura isolada para o tratamento da gastroparesia diabética. Esta condição envolve o esvaziamento gástrico retardado devido à neuropatia diabética que afeta o nervo vago, que controla o movimento dos alimentos no trato digestivo. Na gastroparesia, o estômago leva o excesso de tempo para esvaziar seu conteúdo. Isso pode levar a picos nos níveis de glicose no sangue. Os sintomas incluem azia, náuseas, vômitos, inchaço, refluxo gastroesofágico, falta de apetite e perda de peso.

 

Hu et al., da Universidade de Xangai da MTC, usaram os seguintes pontos de acupuntura: ST36, PC6 (Neiguan), CV12. Moxabustão foi adicionado ao CV12. Este protocolo foi encontrado mais eficaz do que adicionar eletroacupuntura ao acuponto ST36. Além disso, o protocolo de moxabustão foi mais eficaz do que injetar 1 ml de extrato de Huangqi (Astragalus) em cada acuponto.

 

Os achados de Li et al. e Hu et al. demonstram que a acupuntura é eficaz para o tratamento de preocupações diabéticas gerais e gastroparesia diabética. No entanto, a combinação de acupuntura e moxabustão aumenta a eficácia clínica. Ambas as equipes de pesquisa concluem que a acupuntura combinada com a moxabustão é um protocolo de tratamento importante e eficaz para o tratamento do diabetes.


Referências:
Li, Y. Q., Wang, Y. D., Liu, Z. C. & Xu, B. (2014). Observation on Clinical Effect of Conventional Acupuncture with Warm Acupuncture on Female type 2 diabetes mellitus (T2DM) Patients of Dual Deficiency of Yin and Yang Syndrome. World Science and Technology – Modernisation of Traditional Chinese Medicine. 16 (8).

Liu Z C, Sun F M, Zhu M H, et al. Effect of acupuncture on insulin resistance in Non-Insulin-Dependent diabetes mellitus. Journal of Acupuncture and Tuina Science, 2004, 2(6):8-11.

Hu, Z. H., Wang, Y., Huang, J. Y., Xu, J. H., Jiang, Z. F. & Wang, S. S. (2014). Research for Optimizing the Acupuncture-moxibustion Treatment Protocol for Diabetic Gastroparesis. Shanghai Journal of Acupuncture and Moxibustion. 33 (12).

He, Y. C., Liu, J. H. & Li, Y. Y., et al. (2003). Electroacupuncture treatment on 25 cases Type 2 Diabetic Gastrointestinal Dysfunction and its Short Term Treatment Effectiveness. New Journal of Traditional Chinese Medicine. 35(2): 46.

Tong, Z. H. (1999). The relationship between Diabetes and Diabetic Gastroparesis. Bulletin of Science and Technology. 15(6): 457-461.

 

Source: https://www.healthcmi.com/Acupuncture-Continuing-Education-News/1542-acupuncture-alleviates-diabetes

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

Posts Relacionados
Please reload

Posts Recentes